fbpx

Dicas para fazer as crianças dormirem melhor

O sono infantil é assunto que sempre rende conselhos “mil” e, indiscutivelmente, demanda atenção especial. Isso porque, além da importância para a saúde e conforto da própria criança, a qualidade do sono impacta diretamente na rotina dos pais – principalmente os de primeira viagem.

Os recém-nascidos costumam dormir bastante: em média 18 horas por dia nas primeiras semanas de vida e 15 horas por volta do terceiro mês. Mas, mesmo assim, as sonecas não são longas: quase sempre duram até quatro horas – mesmo durante a noite. Para tentar acostumá-los desde bem cedinho a entender a importância do descanso, veja algumas dicas que separamos pra você!

Uma das principais dicas para fazer sua criança dormir melhor!

Edredons, Cobertores e lençóis são geralmente acessórios de sono úteis…
Hoje vou te apresentar a linha mundo kids!



“Nosso ritmo circadiano está ligado à temperatura, e uma queda na temperatura corporal ocorre logo antes de dormir”, explicou Ellen Wermter, enfermeira e porta-voz do Better Sleep Council.

Sua temperatura continua a cair durante a noite. É a maneira de o seu corpo conservar energia para poder ser redirecionado para outros sistemas, como a digestão.

Lençóis e cobertores evitam que a temperatura do seu corpo caia muito e te acordem, o que dá ao seu organismo a chance de completar seus processos restaurativos sem interrupção.

A diferença entre o dia e a noite

É importante habituar o bebê a perceber as diferenças entre os períodos. Durante o dia, deixe a casa iluminada e não se importe com os barulhos corriqueiros, mesmo que o bebê esteja dormindo. Porém, durante a noite, apague todas as luzes, regule o ambiente para uma temperatura agradável e, quando for amamentar, faça o mínimo possível de barulho, evitando brincadeiras para não despertar totalmente a criança. Para épocas mais secas, um umidificador de ar também pode ser um grande aliado para ajudar na respiração. Neste caso, no entanto, é preciso atentar para a regulagem do vapor de saída.

Crie hábitos

Transforme a hora do sono em uma rotina. Por exemplo: deixe para dar banho mais para o final do dia, amamente para evitar que a fome bata durante a noite e conforte o bebê com sua voz contando uma historinha ou conversando com ele. Uma música leve também pode ajudar a acalmar, desde que seja desligada assim que a criança dormir. Tente também fixar os horários de dormir e despertar e mantenha as atividades mais excitantes para o começo do dia.

Adormecer no berço

Fazer o bebê dormir na cama do casal e acostumá-lo assim é um erro comum, mas grave. Pela lógica, a cama do casal não foi pensada para bebês. Aos primeiros sinais de cansaço, você já pode colocar o bebê no berço. Fique ao lado dele até que pegue no sono. Evite também, sempre que possível, niná-lo até que adormeça no colo.

Prepare o ambiente

Vários acessórios podem contribuir para uma boa noite de sono. Aposte, por exemplo, em pijamas confortáveis que não tenham botões grandes e que não apertem com elásticos. Não use também cobertores pesados, usando apenas uma manta leve e mantendo o ambiente em temperatura agradável. Para acertar na temperatura, teste o seu próprio conforto dentro do ambiente vestindo roupas leves.

Não deixe uma grande quantidade de almofadas, brinquedos ou bichos de pelúcia no berço. Deixe apenas aquele objeto preferido da criança para que ela se sinta segura e cuide para que não seja nem grande nem pequeno demais e o mantenha sempre limpo para evitar o acúmulo de ácaros.

Se optar por ter um protetor de berço, prefira os mais finos e firmes e garanta que eles fiquem bem presos ao berço, sem que os laços estejam virados para o dentro.

Contorne as cólicas e gases

As cólicas – muito comuns, principalmente, nos primeiros meses de vida -, atrapalham muito o sono do bebê. Para minimizar, consulte o pediatra e siga suas orientações. Caseiramente, o banho antes de dormir pode ajudar a relaxar o bebê, seja no ofurô próprio para bebês ou na banheira comum.

Gostou das dicas? Divida também com a gente alguma dica preciosa que você tenha testado na sua casa. Ela pode servir para outras pessoas e ajudar a levar conforto pra muitos bebezinhos. E lembre-se: o melhor cuidado para o bebê vem dos pais, avaliando a realidade de cada lar. É essa a melhor dica para o crescimento do seu filho!

Facebook Comentários